Armazém No Supply Chain

O que é Supply Chain (cadeia de suprimentos) e como pode impactar na indústria da água

Esse será o primeiro post da série “Supply Chain”, que contará com 5 posts iniciais. Neste primeiro momento vou escrever brevemente o que é a chamada Cadeia de Suprimento e quem são os participantes.

A Cadeia de Suprimentos, aqui apresentadada como Supply Chain – também conhecida por outros termos como; pipeline logístico, cadeia de fornecimento ou rede logística – é a área de uma empresa responsável pela interação com os fornecedores de matéria prima, os ativos desenvolvidos na indústria, transporte e armazenamento dos mesmos em depósitos, encaminhamento para distribuidores e por fim a disponibilização para o varejo onde o cliente final realizará a compra.  Supply Chain é, portanto, toda a cadeia de valor da indústria, desde os seus fornecedores até chegar ao cliente final, o motivo pelo qual a cadeia existe.

Transportando esses conceitos para a nossa realidade (indústria da água mineral), trouxemos o  exemplo a seguir, ilustrando as etapas dessa cadeia de suprimentos na indústria da água.

Primeira Etapa: É o fornecedor de matéria prima, nessa caso podemos citar as indústrias de transformação de plástico, que utilizamos em nossas embalagens.

Segunda Etapa: Aqui estão os nossos armazéns, podendo ser da indústria ou terceirizados, nos quais estocamos nossas garrafas e garrafões de água mineral.

Terceira etapa: Na nossa indústria, pode existir ou não. Caso você venda a água diretamente para o varejista (distribuidor que faz a entrega do produto ao cliente final) ou ponto de venda (mercado e afins), essa etapa não existe em seu Supply Chain. Esta etapa consiste na existência de distribuidores intermediários, os quais retiram os produtos nos armazém na nossa indústria e entregam aos varejistas que fazem a entrega/vendas aos consumidores finais.

Quarta etapa: É onde ocorre disponibilização no varejo. Na nossa indústria pode ser um ‘distribuidor’ que faz a entrega no domicílio do cliente final, ou disponibiliza em um ponto de venda, podendo ser um mercado, bar ou restaurante. É nessa etapa que existe a relação com o maior ativo de toda essa cadeia, o cliente. Sem ele nada mais tem razão para existir.

Etapa paralela: É a única etapa “virtual”, ela ocorre simultaneamente a todas as demais, que nos últimos anos tem ganhado muito destaque. Trata-se do fluxo de informação; onde e como as operações acontecem. Essa etapa é auxiliada por softwares de Supply Chain Management (mais tarde falaremos sobre isso).

Em indústrias como a nossa, dominar toda a Cadeia de Suprimento é fundamental. As operações mais bem sucedidas são sustentadas por excelentes setores de Supply Chain Management.

 

CTA EBook Tributos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *